Como ajudar as crianças a serem exploradores seguros e confiantes do mundo on-line

Para ensinar as crianças a tomar melhores decisões on-line, criamos recursos e dicas que as ajudarão a ser cidadãos digitais inteligentes e conscientes.

Faça escolhas conscientes on-line com estes recursos e dicas

  • Como ajudar as crianças a ser cidadãos digitais inteligentes com o programa Seja Incrível Na Internet

    Para aproveitarem ao máximo a Internet, as crianças precisam estar preparadas para tomar decisões conscientes. Este programa ensina às crianças os conceitos básicos de segurança e cidadania digital, para que elas possam explorar o mundo on-line com confiança. As crianças podem aprender a ser incríveis na Internet brincando na Interland, uma aventura on-line com quatro jogos desafiadores que ensinam as principais lições de segurança digital na prática.

    Até o momento, implementamos o programa em alguns mercados e pretendemos continuar a expansão para mais territórios. Levamos o currículo do programa a escolas nos EUA em uma amostra itinerante de segurança on-line, com o objetivo de ensinar os adolescentes a navegar na Internet com inteligência e segurança.

Compartilhe com cuidado

Na Internet, as notícias boas e ruins se espalham rapidamente. Por isso, quando não tomam cuidado, as crianças podem passar por situações complicadas com consequências duradouras. Criamos dicas para que elas aprendam a compartilhar conteúdo de maneira segura com as pessoas certas.

  • Ensine sobre pegadas digitais

    Junto com as crianças, pesquise na Internet seu próprio nome ou o nome de um artista que elas gostem. Em seguida, converse sobre as informações encontradas. Talvez seja interessante verificar os resultados com antecedência. Converse sobre o que as pessoas podem descobrir sobre você a partir desses resultados e como essa pegada digital é desenvolvida.

  • Ajude a minimizar as comparações sociais

    Ensine as crianças que aquilo que os amigos deles compartilham na Internet é só uma parte da história, e que geralmente essas postagens mostram apenas os acontecimentos mais interessantes. Explique a elas que todas as pessoas também têm momentos de tédio, tristeza e vergonha, e essas situações não são compartilhadas.

  • Crie regras familiares sobre o que compartilhar

    Esclareça para sua família o que não pode ser compartilhado on-line, como fotos ou informações particulares. Para praticar, tire algumas fotos e converse sobre como compartilhá-las de modo responsável. Por exemplo, incentive as crianças a pensar antes de compartilhar fotos delas e de outras pessoas. Explique a elas que é importante pedir permissão caso não tenham certeza.

  • Ensine sobre o compartilhamento excessivo

    Discuta possíveis soluções para o compartilhamento excessivo, como maneiras de remover conteúdos compartilhados ou alterar configurações de privacidade. Caso ocorra algo desse tipo, analise a situação com calma. Alguns momentos constrangedores são mais graves, mas outros são apenas oportunidades de aprendizado.

Não caia em armadilhas

É importante mostrar às crianças que, na Internet, as pessoas e situações nem sempre são o que parecem. Criamos orientações úteis sobre como você pode ajudá-las a diferenciar o que é real e o que é falso.

  • Explique sobre a falsificação de identidade

    Explique o motivo de algumas pessoas tentarem descobrir senhas ou dados privados. Com essas informações, outra pessoa poderia usar a conta e fingir ser você.

  • Ajude as crianças a identificar tentativas de phishing

    As crianças podem não perceber que outras pessoas estão tentando extrair informações pessoais delas. Ensine a elas que é importante conversar com você caso elas recebam mensagens, links ou e-mails de pessoas desconhecidas pedindo informações sobre a conta ou incluindo anexos suspeitos.

  • Ensine as crianças a reconhecer golpes

    Explique que alguns golpes mais elaborados parecem ser mensagens enviadas por amigos. Até adultos experientes podem ser enganados. Ensine as crianças a falar com você caso recebam uma mensagem estranha. É importante levar as dúvidas delas a sério para criar confiança.

  • Procure por indicações de segurança junto com as crianças

    Acesse um site junto com as crianças e procure por sinais de segurança. O URL tem um cadeado ao lado ou começa com https (o que indica que o site é seguro)? Ele corresponde ao nome do site? Mostre os sinais que eles precisam procurar quando acessarem um site.

Proteja seus segredos

A segurança e a privacidade são tão importantes na Internet quanto na vida real. É fundamental que as crianças saibam como proteger informações importantes para evitar danos a dispositivos e problemas com reputação e relacionamentos.

  • Crie senhas difíceis de decifrar

    Ensine as crianças a transformar uma frase fácil de memorizar em uma senha forte. Use pelo menos oito letras, maiúsculas e minúsculas, e mude algumas para símbolos e números. Por exemplo, "Minha irmã mais nova se chama Ana" se transforma em "m1MN$cAna". Explique o que é uma senha fraca. Por exemplo, seu próprio endereço ou aniversário, "123456" ou "senha" são fáceis de adivinhar.

  • Mantenha a privacidade das informações particulares

    Fale sobre as informações que precisam ser protegidas, como senhas, endereço residencial ou nome da escola. Incentive as crianças a falar com você caso alguém solicite esse tipo de dados.

  • Ensine como usar senhas corretamente

    Ensine as crianças a pensar duas vezes antes de digitar uma senha em qualquer lugar e a verificar se estão no app ou site certo. Em caso de dúvida, elas precisam falar com você antes de inserir qualquer informação. Além disso, incentive as crianças a usarem senhas variadas para apps e sites diferentes. Elas podem ter uma senha principal e adicionar algumas letras para cada aplicativo.

  • Ajude as crianças a evitar pegadinhas

    Reforce a importância de manter as senhas protegidas para impedir que outras pessoas acessem as contas das crianças e enviem mensagens falsas ou constrangedoras.

É legal ser gentil

A Internet tem o poder de amplificar as coisas, e isso pode ser usado para espalhar positividade ou negatividade. Para fazer sempre a escolha certa, as crianças podem aplicar a regra de "tratar os outros como você gostaria de ser tratado" em tudo o que fazem on-line. Assim, elas terão um impacto positivo sobre as outras pessoas e ajudarão a combater comportamentos de bullying.

  • Converse sobre bullying on-line

    Fale sobre o assédio na Internet e discuta situações em que as pessoas usam ferramentas on-line para prejudicar os outros intencionalmente. Combine com quem as crianças podem conversar caso elas vejam ou passem por situações desse tipo. Pergunte se elas ou os amigos delas já sofreram com atitudes maldosas na Internet. Faça perguntas do tipo: Como isso aconteceu? Como você se sentiu? Você acha que poderia ajudar a dar um fim nessa situação, talvez se contasse sobre o comentário maldoso para alguém?

  • Estabeleça seus valores familiares na Internet

    Informe com clareza como você espera que as crianças ajam na Internet. Alguns princípios fundamentais são tratar os outros como elas mesmas gostariam de ser tratadas e dizer pela Internet somente o que diriam pessoalmente.

  • Fale sobre o significado implícito das palavras e incentive a positividade

    Converse sobre os diferentes tons de voz e explique que, às vezes, o significado de mensagens na Internet pode ser mal-interpretado. Incentive-as a sempre pensar que as intenções foram boas e conversar com amigos diretamente se não tiverem certeza do significado de uma mensagem. Fale sobre os benefícios de enviar e receber mensagens positivas pela Internet. Para demonstrar isso, você pode usar um app junto com as crianças para enviar comentários ou mensagens positivas.

Na dúvida, fale com alguém

Esta lição se aplica a todas as interações digitais: quando as crianças encontram algo duvidoso, elas precisam se sentir à vontade para conversar com um adulto de confiança. Você pode apoiar esse comportamento estimulando a comunicação aberta em casa.

  • Converse sobre o que as crianças fazem na Internet

    Promova uma conversa sobre como sua família usa a tecnologia. Demonstre interesse pelos aplicativos que as crianças usam com mais frequência e peça que elas mostrem como eles funcionam. Entenda como elas usam os aplicativos e por que gostam deles.

  • Defina limites que possam ser redefinidos com o tempo

    Estabeleça regras para as contas das crianças, como filtros de conteúdo e limites de tempo, e informe a elas que essas regras podem mudar conforme elas crescem. As configurações devem ser revisadas de tempos em tempos. Não basta configurar e esquecer o assunto.

  • Ajude as crianças a identificar as pessoas de confiança

    Identifique três pessoas de confiança com quem as crianças podem conversar se encontrarem informações on-line que gerem desconforto. Essas pessoas podem ajudá-las a entender o que elas viram e evitar situações parecidas no futuro.

  • Incentive conteúdos de qualidade on-line

    Incentive as crianças a usar jogos e apps que estimulem a criatividade ou habilidades para resolver problemas.

Saiba mais sobre nossas iniciativas de segurança

Sua segurança

Protegemos você na Internet com a melhor segurança do setor.

Sua privacidade

Desenvolvemos nossos produtos com padrões de privacidade adequados para todos.

Para famílias

Ajudamos você a tomar as decisões certas para sua família na Internet.